Facebook
arte-clima-guanhaes

Leia na íntegra o discurso de posse do prefeito Ladinho

a ladinho discursoGostaria de saudar a todos os vereadores aqui empossados e que dividirão comigo e com a vice-prefeita, Doutora Mary, a tarefa de governar mais uma vez o nosso município. Cumprimento o ilustre presidente desta Casa, ora empossado, em nome do qual saúdo as demais autoridades presentes.

Senhoras e Senhores, estamos novamente prefeito e, primeiro, inicio minhas palavras com o sentimento de gratidão, como dizia um profeta antes de Cristo, que a gratidão é não só a maior das virtudes, mas a origem de todas as outras. Quero agradecer a Deus por ter mais uma vez me confiado esta missão; segundo, agradecer a minha família, a minha esposa, os meus filhos, netos e genro, pelo apoio de todas as horas.

Agradeço as lideranças políticas que integraram na nossa campanha “Guanhães para todos”; aos deputados Mauro Lopes e Bonifácio Mourão, dos quais tenho plena certeza de que continuarei contando com o apoio incondicional para realizar nossos projetos, aos partidos políticos o nosso reconhecimento pela solidariedade incansável. A todos os cidadãos guanhanenses, que deram seu tempo e sua energia para alcançarmos este momento, o nosso muito obrigado.

O sentimento que me conduz hoje, neste ato, é o mesmo que me conduziu durante a campanha, e, porque não dizer, durante toda a minha história até aqui: o sentimento da esperança. Este ato de posse, carregado de um intenso simbolismo, marca a renovação desta esperança, porque a mesma marca e simboliza o poder político na sua essência. Já a eleição, portanto, marca a cada quatro anos o poder da democracia, onde homens e mulheres de uma sociedade escolhem o rumo que deverá ser seguido. Mas esta posse mostra também, e de forma muito profunda, que Guanhães teve o privilégio e a sabedoria de ter construído um sólido consenso sobre o caminho a ser seguido.

Foi com esse jeito de governar apoiado, sobretudo na ética, na transparência e na participação popular, que os eleitores reafirmaram seu acordo no último mês de outubro. Essa forma de governar permite que descubramos erros e falhas e nos aponta os caminhos para corrigi-los. Permite-nos ver o todo, nos impõe a humildade de não nos considerarmos donos da verdade, nem mágicos portadores de soluções instantâneas para os problemas. A busca permanente de consensos e de parcerias é a marca registrada deste caminho, que permite o município encontrar, passo a passo, pouco a pouco, soluções para os problemas até então tidos como incontornáveis.

Quero falar um pouco brevemente de nossos desafios para os próximos quatro anos. E devo dizer, desde logo, que minha visão é extremamente positiva. As eleições consolidaram um rumo e mostraram as correções que se fazem necessárias.

Num município como o nosso, mais que em qualquer outro, a arte de governar não pode ser apenas um culto aos meios de bem administrar a máquina pública. O administrar com rigor a austeridade fiscal é condição primeira, é condição básica. Não podemos nos conformar e ficar acomodados com o presente. É preciso avançar sempre e, para isso, não basta conhecer a realidade e ter boa vontade. Cabe ao governante perceber as aspirações de seu povo; qual o caminho que a sociedade deseja trilhar. O contraste entre as carências angustiantes do presente e a necessidade de planejamento para o futuro exigem a necessidade de reforçar parcerias com o governo federal e estadual, e com a sociedade de um modo geral. É preciso ter sempre presente, que o verdadeiro desenvolvimento é medido pelo grau de satisfação das pessoas e a qualidade dos serviços que lhes são prestados.

A todo cidadão deve ser dado o mesmo direito de sonhar e ser feliz. Lutaremos para a construção de um governo cujas prioridades sejam as prioridades do povo Guanhanense. Em todos os setores da gestão que ora se inicia, as energias estarão voltadas para a promoção da dignidade humana através da redução das desigualdades e garantia de oportunidades iguais.

Depois de dez anos de experiência à frente da Prefeitura e mais de sete anos trabalhando em um país de primeiro mundo, tenho plena convicção da responsabilidade que agora assumo. Conheço detalhadamente o tamanho do desafio. Reafirmo toda a minha crença na força do trabalho como único instrumento propulsor do desenvolvimento. Venho pronto para trabalhar e peço aos servidores públicos do nosso município que participem desta luta, e vamos trilhar juntos os mesmos caminhos, desde o bom atendimento público, o cumprimento dos horários até a determinação e dedicação ao trabalho.

Aos meus auxiliares diretos, secretários e cargos de confiança, que abracem o trabalho com dedicação e força de vontade, para que os indicadores nos apontem melhorias de qualidade de vida do nosso povo.

Com o Poder Legislativo, manteremos uma conduta harmônica e democrática. Este poder que, além da função de legislar, tem a importante missão de fiscalizar o poder Executivo. Os vereadores de nossa terra, com certeza, estarão juntos comigo imbuídos do mesmo propósito, que é desenvolver o nosso município. Acatarei as críticas que forem construtivas e com propósitos elevados.

Quero parabenizar a Justiça Eleitoral e a seus funcionários pela conduta correta, retilínea e democrática, que conduziram o processo eleitoral.

Na nossa gestão, agiremos de forma harmoniosa, parceira e decisiva com o Ministério Público; tudo dentro da ordem, observando a legislação vigente em nosso país. Conforme ditado popular: “Tudo dentro da lei, fora dela não há salvação”.

Nas urnas, a maioria dos eleitores me confiou o seu voto dando-me mais uma vez, o direito de governar os próximos quatro anos, mas não serei prefeito apenas destes que me confiaram o mandato, e sim, governarei para toda a comunidade, observando os princípios de democracia, trabalho e respeito.

No meu coração não existe lugar para o ódio, mágoa ou outro qualquer sentimento menor. O sentimento que me rege é um sentimento de querer trabalhar cada vez mais, pela minha terra e servir a minha gente.

Antes de finalizar, agradeço a todos que aqui vieram prestigiar este momento solene, dizendo que sou daqueles que acreditam que na vida ou mesmo na política o homem sempre vale pelo que faz ou passa o resto da vida pagando pelo que não fez.

Portanto, vamos ao trabalho, pois ele é a matéria-prima mais importante na construção deste sonho chamado esperança.

Que Deus nos ilumine e que tenhamos um 2013 e um mandato coberto de êxitos.

Muito obrigado.