Facebook
arte-clima-guanhaes

Prefeito de Guanhães é eleito o novo presidente do CISCEN

a diretoria ciscenO prefeito Ladinho foi eleito por aclamação como novo presidente do CISCEN – Consórcio Intermunicipal de Saúde do Centro Nordeste, durante reunião realizada na sede da entidade na manhã desta sexta-feira, dia 11. Ladinho foi o fundador do Consórcio, quando era prefeito no início dos anos 90.

Para vice-presidente foi eleito o prefeito de Senhora do Porto, Geraldo Lúcio Albino. Já a enfermeira Camila Figueiredo Jácome Catão, foi escolhida como secretária executiva e o prefeito de Dores de Guanhães, Roberto Sérgio Oliveira (Betinho), passou a ser o novo tesoureiro do Consórcio.

a novopresidenteApesar de sugerir outros nomes para o cargo, alegando que precisa se dedicar bastante neste início de mandato às questões da Prefeitura, Ladinho aceitou a indicação, justificando que, para ele, a área da Saúde vem em primeiro lugar. “O Consórcio é um desafio muito grande, mas eu gosto de desafios, por isso, vamos lutar com muita garra para vencer”, destacou o prefeito de Guanhães, em entrevista à Rádio Folha FM.

Segundo Ladinho, a primeira ação frente ao CISCEN será a realização de uma auditoria. Outra ação será buscar a adesão de mais municípios ao Consórcio. Atualmente, são apenas 11 cidades que compõem o CISCEN, sendo que a entidade já teve mais de 20 municípios associados.

Preocupados com as dificuldades enfrentadas pelo Hospital Regional nos últimos anos, sejam financeiras ou de contratação de médicos, os prefeitos assinaram um “Manifesto em Defesa de Saúde de Qualidade para a População atendida pelo Hospital Regional”, que será entregue ao provedor da Associação de Caridade Nossa Senhora do Carmo solicitando uma assembleia para avaliar a eleição de uma nova diretoria.

 

Adesão ao SAMU

 a dezinho2Durante a reunião, o futuro secretário de Saúde, José Geraldo Ventura (o Dezinho), apresentou aos prefeitos o projeto de adesão ao SAMU. Segundo ele, para que os municípios passem a usufruir dos serviços do SAMU é preciso que seja enviado um Projeto de Lei à Câmara de Vereadores para aprovação. No caso de Guanhães o projeto será debatido na próxima segunda-feira, 14, durante sessão extraordinária na Câmara.

“O município que não aderir, não vai receber o SAMU”, disse Dezinho, informando que os custos de adesão são muito baixos. Para cidades com até 20 mil habitantes, o valor mensal é de R$ 500,00. Já para municípios com população entre 20mil e 50mil habitantes, o custeio é de R$ 1.000,00, além do custo de R$ 0,25 per capita. 

Além de falar sobre o funcionamento do SAMU, o futuro secretário de Saúde informou que a Prefeitura de Guanhães deve realizar, em breve, uma licitação para iniciar as obras da UPA 24 Horas. “Cerca de R$ 200 mil de um total de R$ 2 milhões já estão na conta da Prefeitura e pretendemos construir o mais rápido possível”, disse ele.

 

 

Fotos: Luciane Goebel/ASCOM Prefeitura