Facebook
arte-clima-guanhaes

Tocha Olímpica Rio 2016: membros do Comitê visitam Guanhães

Integrantes do Comitê Olímpico Rio 2016, Lívia Bousquet e Ingrid Cano, estiveram em Guanhães, no último dia 04/08, em reunião com o prefeito Geraldo José Pereira (Ladinho), sua vice Dra. Mary Celeste e representantes das áreas de Educação, Cultura, Esportes, Trânsito, Distritos e Polícia Militar.

Na ocasião foi apresentada a programação do evento de Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016, em seguida aconteceu visita técnica para definir o possível percurso do Revezamento em Guanhães. A Tocha deverá ser conduzida por mais de 12 mil pessoas em todo o Brasil, passando por aproximadamente 300 municípios.

"O circuito básico foi pré-determinado e Guanhães é candidata a fazer parte do grandioso evento, que irá unir o País em torno dos valores olímpicos de amizade, respeito e igualdade", destacou o secretário municipal de Cultura, Adriano Oliveira, que foi designado para representar o município, durante o lançamento oficial da Tocha Olímpica, dia 03/07, em Brasília, onde aconteceram também os primeiros debates para viabilizar a participação de Guanhães.

Tocha Olímpica

Os interessados em conduzir a Tocha Olímpica deverão se inscrever através dos  links https://issoeouro.cocacola.com.br/?utm_source=Google&utm_medium=cpc&utm_content=Search-texto-JogosOlimpicos&utm_campaign=CCV-OTRN

https://www.revezamentobra.com.br/como-participar

http://www.quemseatreve.com.br/rota-da-tocha-video?gclid=CIaPrbrhn8cCFRcFkQodKwENBA

São três patrocinadores oficiais do evento de Revezamento e cada um adotou um tema para sua campanha. Para mais informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Chama Olímpica

O Brasil realizará, pela primeira vez, em sua história uma edição dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos em 2016. Tradicionalmente a Chama Olímpica é acesa na cidade de Olímpia, na Grécia, e levada até a capital do país sede, seguindo transportada por uma tocha e conduzida em revezamento por várias cidades. 

tocha

 

Festival de Sabores

sabores

Fazenda Candonga poderá se tornar patrimônio estadual

adriano secadjO secretário municipal da Cultura e Turismo, Adriano Oliveira, reuniu-se na última quarta, dia 11, com o secretário de Estado Adjunto da Cultura, Bernardo Novais, para tratar sobre assuntos relacionados à Fazenda do Candonga, um importante patrimônio histórico de Guanhães. Segundo Adriano, o tombamento em nível estadual do Bem foi o ponto central da reunião, uma vez que a Fazenda do Candonga possui relevância histórica não só para o município, pois pertenceu ao segundo Ciclo do Ouro de Minas Gerais. 

O reconhecimento desta relevância pelo Estado se dará por meio de Tombamento, caso seja promovido pelo IEFHA - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. “Atualmente, a Fazenda Candonga é tombada pelo município e precisamos do reconhecimento do Estado, o que poderá promover a vinda de recursos para restauração”, afirmou Adriano. Segundo Bernardo Novais, uma nova reunião será agendada para início das tratativas junto ao IEPHA.

O Sítio Histórico

O Sítio arquitetônico do Candonga possui relevante valor arquitetônico, natural, paisagístico e histórico. O conjunto abrange os restos de mata, as diversas galerias da Mina do Candonga e a sede da fazenda. Além disso, destaca-se nas adjacências da sede da fazenda, a presença de lápides da primeira metade do século XIX, em local que corresponde a um antigo cemitério.

O seu conjunto arquitetônico e natural consiste em um bem cultural peculiar, detentor de extrema ligação com a história da região, testemunho material do período relevante das explorações auríferas no estado.

A fazenda está localizada a aproximadamente 7 km da cidade. Atualmente, vivem na fazenda quatro famílias de índios Pataxós, originariamente vindos do sul da Bahia. No local, eles vivem da agricultura, pecuária e produzem um rico artesanato.

Para a visitação, os interessados devem entrar em contato com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e com o IEF-Instituto Estadual de Florestas, pois o patrimônio encontra-se dentro de um Parque Estadual. Mais informações: 3421-2482.

Altar da Capela Nossa Senhora do Carmo está sendo restaurado

adriano siteUma parceria entre Prefeitura de Guanhães, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, com a MIG - Mineração Guanhães está possibilitando a restauração do Altar da Capela de Nossa Senhora do Carmo. O prazo para entrega da obra é para o segundo semestre de 2015 e o custo total do restauro é de R$ 145 mil.

As técnicas utilizadas envolvem a recomposição de peças danificadas e, ainda, a remoção de camadas de pinturas. De acordo com a restauradora responsável, Dulce Senra, no momento, uma equipe de quatro pessoas, sendo três assistentes de restauração e um entalhador, está trabalhando na imunização, reintegração e nivelamento da camada pictórica e na confecção das peças que faltam para compor o altar.

“Os próximos passos serão a consolidação das peças e da pintura e a reinstalação do Altar no interior da Capela”, informou Dulce, que é formada em Restauração pela UFMG e possui 23 anos de experiência em restauro.

Estudos realizados pelos restauradores concluíram que o Altar data de segunda metade do século XIX, possui características do Barroco e Rococó, porém o estilo que mais o define é o Neoclássico. O conjunto (Capela, entorno e suas peças) é tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal, desde 1996. As peças são de propriedade da Associação de Caridade Nossa Senhora do Carmo.

Para o secretário Municipal de Cultura e Turismo, Adriano Oliveira, a parceria com a mineradora foi fundamental para que fosse recuperada uma valiosa peça do acervo histórico de Guanhães. “O Altar da Capela conta muito da história da cidade e trazê-lo de volta é a realização de um sonho de muitos guanhanenses, especialmente, daqueles que cuidaram de suas peças remanescentes”, destacou.

O Secretário cita pessoas como a senhora Carmem Nunes e companheiros do Centro Cultural, com os quais foi iniciado o resgate das peças em Guanhães e Lagoa Santa. “São eles: Wander Costa Santana e nosso saudoso Adilson Cândido Mourão, então presidente do Centro Cultural”, informou Adriano Oliveira.

FotorCreated

Guanhães Folia reúne 30 mil pessoas em cinco noites

Fotor carnaval

“Foi extremamente positivo”, avaliou o secretário municipal de Cultura e Turismo, Adriano Oliveira, ao fazer um balanço do “Guanhães Folia 2015”, durante entrevista ao “Programa da Nossa Gente”, na manhã desta quarta-feira, 25. O carnaval, realizado de 13 a 17 de fevereiro, reuniu cerca de 30 mil pessoas, contou com trio elétrico, desfile das escolas de samba “Alô Guanhães” e “Vai Quem Qué”, além de seis blocos caricatos que espalharam alegria pela Avenida Milton Campos.

Toda uma estrutura pensada para garantir o conforto dos foliões, como arquibancadas, praça de alimentação, camarotes, foi montada pela administração municipal. Câmeras de segurança foram instaladas para filmar os cinco dias de festa em tempo integral. Ambulâncias estavam à disposição para quaisquer eventualidades. Equipes do setor de limpeza também estavam de plantão para manter as pistas sempre limpas.

Para o Secretário, a participação expressiva dos foliões foi um dos destaques da festa. “O folião respeitou o patrimônio público e particular e participou ativamente do Carnaval, com muita alegria e paz”, descreveu Oliveira. Ele também destacou a participação das escolas de samba e dos blocos. “Essa alegria, a harmonia, paz e tranqüilidade foram as grandes marcas desse carnaval”, disse.

O secretário finalizou a entrevista agradecendo a Liga de Escolas de Samba, a Polícia Militar, Conselho Tutelar, CEMIG, SAAE, DER, CONSEP, Ministério Público, Hospital Regional e Secretaria de Saúde, departamento de Limpeza Urbana e todos os que colaboraram direta ou indiretamente na realização do evento.

Fotos: Luciane Goebel e Vander Andrade / ASCOM

Expressamente proibida a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos

FullSizeRender 1