Facebook
arte-clima-guanhaes

Combate à dengue está mais rigoroso em Guanhães

dengue siteManter criadouros do mosquito da dengue em casa poderá gerar multas em Guanhães. Essa foi uma das medidas encontradas pela Secretaria Municipal de Saúde para combater rigorosamente a doença, que este ano atingiu a marca de 355 casos suspeitos e fez 77 vítimas no município. “Apenas o trabalho de conscientização não tem resolvido, por isso, a Secretaria, em parceria com o Ministério Público, decidiu colocar em ação o Código de Posturas (Lei 1.066 de 30/10/1971)”, informou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Neusa Aparecida Mendes Pereira.

As multas variam de 10% a 50% do salário mínimo, conforme prevê o Código (artigo 39 do Capítulo III). “Os agentes de saúde e de Endemias visitarão as residências e, aquelas que apresentarem situações propícias para a proliferação do mosquito, como lixo acumulado, água parada, calhas entupidas, entre outros reservatórios, serão notificadas. Após oito dias, o fiscal voltará a esses locais e, caso os focos não tenham sido eliminados, o morador será multado”, ressaltou Neusa.

Além das multas, todo um trabalho de conscientização continua sendo feito. A novidade para este mês foi a implantação do sistema de cores para identificar os bairros com ou sem focos. Faixas de alerta foram instaladas em vários pontos da cidade e também no painel eletrônico do centro. Após a conclusão do levantamento de índices de focos, serão instaladas faixas nas cores Vermelha, Amarela e Verde em todos os bairros, na próxima semana.

“A cor vermelha indica a presença de notificações e casos positivos de dengue. A amarela a presença de focos de dengue e a verde indica que o bairro está consciente e que a cidadania está em ação”, explica a coordenadora, lembrando que panfletos de conscientização já estão sendo entregues pelos agentes.

A Secretaria de Saúde lançou, ainda, o concurso para a escolha de um mascote e vai realizar uma gincana entre as escolas das redes pública e privada, marcada para a manhã do dia 14 deste mês, na Praça JK. Segundo Neusa, os estudantes também já estão empenhados na coleta de garrafas tipo PET que serão destinadas à reciclagem.

dengue site2“O problema da dengue é de todos nós”, reforça Neusa, lembrando que a chegada do período chuvoso aumenta a vigilância e os cuidados com a casa e o quintal. Segundo ela, será agendado com o Setor de Transportes um dia para recolhimento de entulhos pesados que não são coletados rotineiramente pelos caminhões de lixo. A data será divulgada em breve.

Neusa destaca, ainda, outra preocupação da Secretaria da Saúde em relação à dengue. “Quem já teve dengue e pegar novamente a doença, esta se manifestará mais grave. Desta forma, a atenção à prevenção da doença deve ser redobrada”, completa.

A Vigilância Epidemiológica também instalou banners em todas as unidades de saúde, hospital e na Secretaria para divulgar a Lei que trata sobre as multas. O setor de Vigilância informa que, uma vez aplicada, a multa não será anulada e, caso não sejam quitadas, irão para a Dívida Ativa da Prefeitura.