Facebook
arte-clima-guanhaes

Prefeitura faz alerta contra abandono de animais de estimação

adocao-de-animais-sitePara muitas pessoas, um animalzinho de estimação é tratado como um membro da família. Mas, infelizmente, existem muitos donos de cães e gatos que simplesmente abandonam seus animais nas ruas, mesmo sendo considerado um crime previsto na Lei Federal nº 9605/98. Por isso, a secretaria municipal de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária, faz um apelo aos donos de animais de estimação contra o abandono.

“Ao decidir ter um animal de estimação, é importante ter responsabilidade e a consciência de que ele vai mudar a rotina da família, precisar de um cantinho, carinho e atenção, além de causar sujeira, barulho e exigir cuidados especiais como banho, vacinas e passeios”, destaca a veterinária da Vigilância, Paula Campos.

O número de animais abandonados em Guanhães e cidades vizinhas à procura de um lar é notório. Nas ruas, esses errantes tornam-se um transtorno à população e um problema de saúde pública. “A questão é mais complexa do que se imagina”, observa a veterinária, citando que, por lei, o município não pode simplesmente capturar e sacrificar todos esses animais.

Para amenizar o problema, uma das ações da Vigilância Sanitária tem sido recolher os animais doentes, os que são vítimas de atropelamento e levá-los a uma clínica conveniada para que recebam o devido tratamento. “Lá o animal é analisado e atendido”, explica Paula. Segundo ela, quando a doença for terminal e sem cura, o indicado é a eutanásia. “Os que não são sacrificados, passam por tratamento, são vacinados e curados, e ficam à espera da adoção”, conta.

Outro procedimento realizado pelo convênio com a clínica é a castração de cães errantes (machos e fêmeas), evitando que eles se multipliquem e o problema aumente. Para se ter uma ideia, uma cadela, em seis anos de vida reprodutiva, pode gerar 100 descendentes, enquanto que, uma gata, em dois anos, pode gerar 200 descendentes.

Para mais informações, ligue: 3421-2847 e peça para falar na Vigilância Sanitária.