Facebook
arte-clima-guanhaes

Bandeira de Guanhães

Bandeira de Guanhães

A Bandeira de Guanhães foi instituída pela Lei nº 1.210, de 23 de outubro de 1975. O autor da Bandeira é Laet Berto.

Possui como características: campo verde, contraste em azul, triângulo em amarelo (ouro), três setas em branco apontando para cima. Cortando o verde das matas do Rio Doce, o caudal Rio Guanhães. No vale do rio, a presença dos índios que deram o topônimo e o monte de ouro, gérmen gerador da cidade atual.

Guardando as mesmas proporções da Bandeira do Brasil, 20 módulos por 14, a Bandeira simboliza que os ideais de Guanhães se enquadram na medida da nossa Pátria.

O verde, o amarelo, o azul e o branco são as cores nacionais, que dignificam Guanhães.

O Triângulo é a lembrança de Minas gerais. Indica a assistência de Providência Divina. Tem a forma de um montículo de ouro. Aponta para cima, na direção do progresso.

A Contrabanda azul é a faixa do rio Guanhães cortando as matas verdes do Vale do Rio Doce.

As flechas reforçam as origens do nome do município, sugerido nas lembranças do rio e na participação do nosso índio na sua História.

Brasão de Guanhães

Brasão de Guanhães

Criado pela Lei 1.663 de 15/02/93, por Rômulo Aguiar Generoso, o Brasão de Guanhães possui as seguintes características:

  1. Estudo clássico português esquartelado;

  2. À destra, no primeiro quartel, uma cruz alta, de ouro, fundo azul. Sob o braço destro da cruz, há espada e sob o sinistro, uma balança, ambas de ouro;

  3. À esquerda, no segundo quartel, um pé de milho estilizado, em fundo prata;

  4. À destra, no terceiro quartel, uma cabeça de bovino estilizada, em fundo prata;

  5. À destra, no último quartel, dois montes de ouro, fundo azull;

  6. Sobre o escudo, uma coroa mural com cinco torres;

  7. Sob o escuro, listeu de azul, onde inscrever-se-á, em ouro, a legenda “LABOR OMNIA VINCIT”, no centro, e ainda, as expressões “25-10-1875” e “13-09-1881”, na extremidade sinistra, ambas em ouro;

  8. O todo brocante terá, á destra e à sinistra, figura estilizada de indígenas, em púrpura;

Dimensões

  1. A feitura do escuro deve obedecer à proporção de 17 de altura por 14 de largura;

  2. A coroa mural deve obedecer à proporção de 5,5 de altura por 19 de largura;

  3. As figuras indígenas devem obedecer à proporção de 14,5 de altura por 4,5 de largura;

  4. As demais peças adaptar-se-ão às proporções do escudo;

Hino de Guanhães

São Miguel dos Guanahãs.
Berço irmão de tão nobres ancestrais...
Caminhando em busca do porvir...
Pioneiros que a terra bem fizeram
Ao redor do garimpo Graipu...
Foi São Miguel, Miguel e Almas
Para depois em nossos dias,
Só Guanhães.

Refrão

Na paz e amor
O teu progresso unidos exaltemos
Na paz e amor
Invocando Deus e a Pátria venceremos.
Guanhães! Guanhães!
Lembremos nossos pioneiros
Que outrora a vila aqui fundaram
E os demais fazendo a terra bem crescer.

Um pedaço hoje somos
De um Brasil bem brasileiro,
Deste chão que um dia viu crescer
Guanhanenses de nobres ideais.
Caminhemos bem firmes e altaneiros.
Orgulhosos de Minas Gerais

Que Tiradentes engrandeceu
Nas alterosas de ouro e ferro
Em que viveu.

Venerandos do passado,
Gente amiga que se foi...
Bons pastores que outrora bem lançaram
A semente do amor e da verdade.
A vocês que fizeram desta terra
Este berço que um dia viu nascer
Nossos avós e nossos pais
A gratidão da juventude
Em formação.